Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Cláudio Humberto

Confira os destaques da política nacional #CH31072020

.

Por Cláudio Humberto | Edição do dia 31/07/2020

Matéria atualizada em 30/07/2020 às 21h41

Foto: Divulgação
 

PODER SEM PUDOR: A regra é clara

O deputado estadual Raimundo Macedo, conhecido como “Raimundão Gente Fina”, preparou com antecedência o discurso que faria na inauguração de um hospital em Orós (CE). Além de escrever “ospital”, ele prometia providenciar “um convem com o IMPS”. Um assessor corrigiu o texto e explicou que INPS era a sigla correta. Raimundão não aceitou, alegando uma velha regra gramatical: “Antes de P e B não se escreve N...”

Desembargador que xingou colega será investigado

O ministro Humberto Martins, corregedor nacional de Justiça, decidiu determinar que o ministro Aloysio Corrêa da Veiga (TST), corregedor-geral da Justiça do Trabalho, investigue o desembargador José Ernesto Manzi, presidente da Terceira Câmara do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região, em Santa Catarina. É que, em sessão virtual de julgamento, ele interrompeu o voto da desembargadora Quézia de Araújo com grosseria: “Isso, faz essa carinha de filha da puta...”.

Flagrante em vídeo

O caso ganhou grande repercussão após o site Diário do Poder mostrar o vídeo em que o desembargador insulta a colega.

Prazo determinado

Martins fixou prazo de até 60 dias, que pode ser abreviado, para que o ministro Aloysio Corrêa da Veiga informe as providências adotadas.

Sem justificativa

Não se sabe ao certo por que o desembargador Manzi decidiu ofender a colega de TRT-12, mas o corregedor quer tudo em pratos limpos.

Mulheres sob ataque

Na quarta, a ministra Ana Arraes, do TCU, também foi desrespeitada grosseiramente em pelo julgamento virtual, por um subalterno.

Líder da advocacia baiana critica cúpula da OAB

Presidente da OAB-BA por duas vezes, o advogado Saulo Quadros está entre os indignados com o episódio do patrocínio da Qualicorp no 1º Congresso Digital Covid-19, da OAB nacional. Ele apoiou “inteiramente” as duras críticas do ex-presidente Reginaldo de Castro às relações da empresa com a entidade e o comportamento de sua cúpula, expondo magistrados e demais convidados à logomarca da empresa de plano de saúde cujo fundador foi preso por corrupção.

Comparação polêmica

O ex-presidente Marcus Vinícius Furtado Coelho, apontado como “eminência parda” da OAB, foi comparado por Castro a Richelieu.

Revirando-se no túmulo

Saulo Quadros afirmou que, com a comparação, Richelieu “deve estar se tremendo de raiva na sepultura”.

Comparação injusta

Para o líder da advocacia baiana, a comparação é ruim para Richeliou, que classifica de “inteligente, culto e arguto primeiro ministro francês”.

Ataque militante

Ativistas de toga criaram entidade de juízes “pela democracia”, mas só chamam políticos do PT para seus eventos. Cinco deles atacam o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, por impedir que juízes se tornem militantes políticos. Deveriam se envergonhar.

Combate bilionário

Os gastos do setor público no combate à pandemia podem resultar em um déficit de R$812 bilhões neste ano, diz o secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, na Câmara. Equivale a 11,3% do PIB.

Faltou firmeza

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) se solidarizaram à ministra Ana Arraes, insultada por servidor do ministério público junto à corte, mas não adotou qualquer medida tão dura quanto imediata.

É preciso ter calma

Agosto começa neste sábado e nenhuma das previsões apocalípticas sobre o coronavírus se confirmaram. Alguns cientistas, jornalistas de funerária, celebridades e “especialistas em infectologia” do Facebook calculavam mais de um milhão de mortos por covid. Total real: 89 mil.

Boa ideia, mas natimorta

Caroline de Toni (PSL-SC) propôs lei para destinar recursos dos fundos eleitoral e partidário para o combate a emergências. Seriam quase R$2,5 bilhões. Sem chances. Os colegas dela só pensam naquilo.

Eita emprego bão

Após denúncia da Federação dos Petroleiros de que os nove diretores da Petrobras vão receber R$43,3 milhões este ano, a estatal diz que a “remuneração fixa” não mudou, só a “global”. Insiste que segue regras e que a remuneração cresceu porque o lucro da Petrobras cresceu.

Não é fake news

Ao citar o artigo 5º da Constituição, a Federação Nacional dos Policiais Federais defendeu a liberdade de pensamento, após notícias de que a CGU quer punir servidores por opiniões expressadas nas redes sociais.

Correto é prender bandido

As forças federais enviadas pelo governo Trump a Portland, “capital mundial do politicamente correto”, prenderam mais de 100 pessoas que promoviam crimes, além de tentarem invadir a sede da Justiça Federal.

Pergunta na PF

Haverá a Lava Jato da Lava Jato?

ÁGUIDA DA VEIGA FEITOSA, coordenadora de Marketing do Centro Universitário CESMAC, com trabalho destacado na área da conceituada instituição de ensino superior
ÁGUIDA DA VEIGA FEITOSA, coordenadora de Marketing do Centro Universitário CESMAC, com trabalho destacado na área da conceituada instituição de ensino superior - Foto: Divulgação
 


Mais matérias desta edição