Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Esportes

Neymar se manifesta contra o racismo

Jogador do PSG veio a público ontem (2) usando suas redes sociais para endossar a campanha com a hashtag #BlackLifesMatter

Por GLOBOESPORTE.COM | Edição do dia 03/06/2020

Matéria atualizada em 02/06/2020 às 17h39

Neymar se manifestou em rede social contra o racismo e postou frase da campanha: “Vidas negras importam”
Neymar se manifestou em rede social contra o racismo e postou frase da campanha: “Vidas negras importam” | GloboEsporte.com

Depois de o mundo do futebol aderir à onda de protestos contra o racismo e a violência policial aos negros, o atacante Neymar também se manifestou. O craque da Seleção Brasileira e do PSG veio a público ontem (2) usando suas redes sociais para endossar a campanha com a hashtag #BlackLifesMatter, que em português significa “Vidas negras importam”.

Neymar aproveitou outra campanha, a #BlackoutTuesday, que também está ocorrendo, com perfis nas redes sociais usando imagens na cor preta. Os protestos contra o racismo vêm ocorrendo com intensidade após o assassinato do ex-segurança negro George Floyd por um policial branco, em Mineápolis, nos Estados Unidos.

A morte de Floyd causou uma série de manifestações em todo o território norte-americano e logo ganhou as redes sociais em todo o mundo. Os protestos também chegaram ao futebol, principalmente no último fim de semana, quando jogadores aproveitaram a rodada do Campeonato Alemão para se posicionarem contra a violência policial à população negra.

O meia inglês Jadon Sancho, do Borussia Dortmund, mostrou uma camisa com os dizeres “Justiça para George Floyd” ao marcar na vitória sobre o Paderborn, e o norte-americano Weston McKennie, do Schalke 04, usou uma faixa no braço com a mesma frase, durante o duelo contra o Werder Bremen. Já o atacante francês Marcus Thuram, do Borussia Mönchengladbach, se ajoelhou após marcar seu primeiro gol na vitória sobre o Union Berlin. O gesto como protesto foi repetido pelos jogadores do Liverpool, na segunda (1º), antes do treino.

Mais matérias desta edição