Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Esportes

CRB já está em Porto Alegre e treina hoje no CT do Grêmio

Técnico Marcelo Cabo não vai poder contar com jogadores importantes, para a estreia na Série B 2020

Por Fernanda Medeiros | Edição do dia 07/08/2020

Matéria atualizada em 06/08/2020 às 19h04

Maceió, 05 de agosto de 2020
Lance do jogo entre CSA X CRB. Partida válida pela final do Campeonato Alagoano de 2020, realizada no Estádio Rei Pelé. Alagoas - Brasil.
Foto: Ailton Cruz
Maceió, 05 de agosto de 2020 Lance do jogo entre CSA X CRB. Partida válida pela final do Campeonato Alagoano de 2020, realizada no Estádio Rei Pelé. Alagoas - Brasil. Foto: Ailton Cruz | Ailton Cruz

Após a conquista do título de campeão alagoano, o CRB mira as atenções, agora, na Série B do Brasileiro e se prepara para a estreia, neste sábado (8), às 11h, contra o Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS. A delegação regatiana embarcou na tarde dessa quinta-feira (6), com destino a Porto Alegre. E, conforme a programação elaborada pelo clube, o elenco treina na manhã dessa sexta-feira (7), no CT do Grêmio, em Porto Alegre. Em seguida, viaja para Caxias do Sul.

Na delegação, no entanto, alguns desfalques importantes: o zagueiro Gum, o lateral direito Lucas Mendes e os volantes Claudinei e Carlos Jatobá. Desta forma, todos estão fora da estreia do Galo na Segundona nacional. Carlos Jatobá sofreu uma lesão na clavícula, no jogo decisivo contra o CSA. Já os demais, a informação é de que se trata de uma questão de fisiologia, pois eles fizeram o teste do CK, o resultado deu muito alto e correm o risco de lesão. Por isso, foram vetados pelo Departamento Médico.

Sobre esses desfalques, o técnico Marcelo Cabo disse que levou aqueles que clinicamente estão 100% e esses que ficaram vão se recuperar para o jogo de quarta-feira (12). “Infelizmente a gente não vai poder contar com todo o elenco, pois têm jogadores muito desgastados”, disse.

“Era humanamente impossível, fisiologicamente falando, que a gente conseguisse jogar (contra o CSA) com a mesma intensidade que jogamos contra o ASA. Muita gente não sabe o que acontece internamente. Então, esses jogadores deram alto o CK. Todos sabem que com 48 horas é que bate o cansaço no jogador, recorrente à ultima partida. Mas, graças a Deus, hoje eu trabalho com um grupo comprometido, de homens. Nenhum queria ficar fora da final”, destacou.

Quanto à Série B em si, ele disse que agora é executar o planejamento que o clube fez para buscar o maior objetivo da temporada: o acesso à Série A. “Precisamos virar a página, planejar com muita maestria, porque sabemos que será uma Série B atípica, pela questão da Covid-19. Vão ser jogos de três em três dias. mas sabemos que o nosso maior objetivo é buscar o acesso”, disse.

Cabo destacou que para a disputa da Série B o CRB tem que ter uma equipe multidisciplinar, multifuncional, para que possa estar sempre com o trabalho integrado e agregado e, assim, o time poder buscar os resultados.

Ele falou em reforços, também, disse que é bem provável que o time precisa contratar algumas peças para a competição nacional.

“Agora são 38 rodadas da Série B e temos mais alguns jogos da Copa do Brasil. Então, poderemos ter aí mais 40 jogos neste tempo escasso que teremos. E, com muita tranquilidade, muita frieza, a gente vai analisar tudo e pode ser que possa precisar trazer mais alguns jogadores para reforçar o elenco”, encerrou.

Mais matérias desta edição