Maceió,
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN07082020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 07/08/2020

Matéria atualizada em 06/08/2020 às 22h42

Ainda com grande ascensão sobre sua bancada na Assembleia Legislativa, o governador Renan Filho, estranhamente, evitou que o secretário do Consórcio Nordeste fosse convocado para explicar onde andam os R$ milhões que o estado de Alagoas pagou e não recebeu os respiradores logo no início da pandemia.

A atitude de mobilizar seus deputados causou estranheza a todos que assistiram à sessão da Assembleia Legislativa na última quarta-feira, depois do requerimento feito pelo deputado Davi Maia. Ele quis saber por que o Consórcio Nordeste devolveu um valor com uma diferença de quase R$ 594 mil justificando a perda por causa da variação do dólar. Ora, se a compra é feita, o pagamento realizado e os produtos não entregues, resta tão somente ao Consórcio Nordeste devolver o que foi adiantado pelo estado de Alagoas na sua totalidade.

SUSPEITA

Nos corredores da Assembleia Legislativa, o assunto tornou-se o prato do dia, com parlamentares desconfiados se o Estado foi vítima mesmo de um golpe ou se existe alguma coisa no ar além dos aviões de carreira.

MAL EXPLICADA

Essa história do Consórcio Nordeste que vem se arrastando há alguns meses parece alguma coisa de sobrenatural. Ninguém nunca viu os respiradores, a pandemia está passando, mas boa parte da grana sumiu. É uma investigação para o conhecido personagem Sherlock Holmes.

PELO CANO

Com a demora do ressarcimento do dinheiro pelo Consórcio Nordeste, o Ministério Público deve cobrar explicações mais claras sobre sua destinação, já que os respiradores adquiridos a preço de ouro nunca chegaram a Alagoas.

ESTACIONADO

A pandemia, embora não tenha crescido e aparecido no mapa geral como um estado que está na zona azul, continua alarmando pelo número diário de infectados. Se as mortes diminuíram, mas a contaminação continua, tem alguma coisa que precisa ser feita urgentemente pelo governo do Estado.

COVID

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quinta-feira (6). O País registrou 1.226 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 98.644 óbitos.

COVID 2

Em casos confirmados, já são 2.917.562 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 54.801 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 43.396 por dia, uma variação de 1% em relação aos casos registrados em 14 dias.

PESQUISA

O estudo Evolução da Prevalência de Infecção por Covid-19 no Brasil (Epicovid19-BR), coordenado pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em parceria com o Ministério da Saúde, anunciou o início da quarta etapa de testes que irá abranger 133 cidades do País. A pesquisa ocorrerá de 20 a 23 de agosto.

PESQUISA 2

As três primeiras etapas, realizadas de 14 a 21 de maio, 4 a 7 e 21 a 24 de junho, entrevistaram cerca de 90 mil pessoas. Com base nos primeiros resultados, o estudo estimou que existem cerca de seis casos reais não notificados para cada um oficialmente confirmado. De acordo com a pesquisa, de cada cem pessoas infectadas, uma morre no Brasil.


» A SMTT implantará, neste sábado (8), a nova linha ônibus 226 - Ipioca/ Trapiche (via Poço), no Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió

» As viagens serão realizadas pela empresa Cidade de Maceió e beneficiarão os moradores das regiões de Ipioca, Saúde e Pescaria.

» A Prefeitura de Maceió sancionou lei municipal que reduz a alíquota do ITBI de 3% para 0,66% para pagamento em cota única, independentemente da data de assinatura do contrato de compra e venda do imóvel, para quem pagar até 31 de agosto.

» O boleto do IPVA já pode ser emitido pela atendente virtual da Sefaz, o Nise. Para acessar, basta fazer um cadastro inicial na ferramenta e, depois, selecionar no menu a opção "Impostos".

Mais matérias desta edição