Maceió,
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN02072022

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 02/07/2022

Matéria atualizada em 01/07/2022 às 22h12

Ao decidir tardiamente pela realização de 8 mil procedimentos eletivos incluindo aí cirurgias ortopédicas, vesículas e até, pasmem, fimose, o governo do Estado parece querer brincar com a saúde dos alagoanos e tentar ainda ludibriar a Justiça Eleitoral.

Como, a partir deste sábado, é terminantemente proibido os candidatos participarem de inaugurações, fazerem agrado a correligionários políticos e outros benefícios eleitoreiros, o governo lançou o projeto que já deveria ter feito há muitos anos três dias antes de vigorar a legislação que regula as eleições de 2 de outubro.

O que se viu nesses últimos dias foi o governo do Estado acelerar a emissão de ordens de serviço cujas obras dificilmente serão concretizadas, anunciar que fará o maior projeto de combate à fome que se viu em Alagoas, reconhecendo a inoperância do governo anterior, e prometer ilusões por onde passou.


PROIBIDO

O Estado também está proibido de realizar novos investimentos, deve retirar a logomarca do governo nas propagandas oficiais a não ser aquelas de utilidade pública, o que já determinou no início da semana e administrar tão somente recursos de custeio para manter a máquina administrativa funcionando. Afora isso, poderá ser penalizado com pesadas multas pelo Tribunal Regional Eleitoral.


SEM PROJETO

Como utilizou até ontem a logomarca do governo anterior na clara intenção de favorecer o seu candidato ao Senado, o governador Paulo Dantas dá a impressão de que assumiu o cargo sem projetos próprios, o que contradiz com o seu discurso quando substituiu o desembargador Klever Loureiro.


ILUSÃO

Sem um projeto de governo definido e preferindo seguir na cartilha do ex-governador, Dantas perde uma grande oportunidade de ser protagonista nesse período eleitoral, na esperança do apoio do seu partido que anda se desencontrando na Assembleia Legislativa.


ESFARELANDO

Não precisou de muito tempo para o contribuinte perceber que as obras de construção de rodovias pelo interior de Alagoas foram feitas mesmo para se ter um efeito de marketing, de propaganda oficial. Na sua maioria, as estradas estão esburacadas, o asfalto cedendo em alguns pontos, a exemplo da Al-220, e com poucas perspectivas de os problemas serem resolvidos.


TIME ESCALADO

Três desembargadores substitutos e três assessores do Tribunal Regional Eleitoral estão escalados pelo presidente Otávio Praxedes para atuar em ações específicas da propaganda irregular, o que tem sido comum nos últimos dias em ações eleitoreiras promovidas pelo governo do estado.


DE PRONTIDÃO

O Tribunal Regional Eleitoral está pronto, de acordo com o seu presidente, para receber as denúncias ouvindo o Ministério Público e acelerar os julgamentos, muitos dos quais deverão entrar em pauta já na próxima semana. Alguns deles tratam de campanha antecipada proibida por lei.


INGRATIDÃO

Pegou mal para o governo do Estado não participar dos atos oficiais da presidência da República, em Maceió na última terça-feira, quando estiveram presentes o presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, o senador Fernando Collor e ministros de Estado.


INGRATIDÃO 2

Afinal de contas, eles estavam entregando 1.120 unidades habitacionais construídas com recursos federais que beneficiaram milhares de pessoas de baixa renda.


» O Ministério Público Eleitoral está de olho nas autoridades que usam e abusam da máquina administrativa para se beneficiar nas eleições de outubro.

» Quem for flagrado desobedecendo à legislação eleitoral, o que vinha acontecendo recorrentemente, pode receber pesadas multas e até se tornar inelegível.

» Das 8 mil cirurgias prometidas, a perspectiva é que poucas serão realizadas nos próximos dias, a não ser de fimose.

» O Tribunal Regional Eleitoral percebeu a pressa do governador Paulo Dantas de anunciar um mutirão de cirurgias nas últimas horas da proibição da legislação. É aguardar no que vai dar.

Mais matérias desta edição