Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Imobiliário

Taxas mais baixas ajudam na comercialização

.

Por Editoria do Imobiliário & Construção | Edição do dia 25/07/2020

Matéria atualizada em 24/07/2020 às 21h25

Luiz Henrique Taboada explica sobre o bom momento para comprar imóvel
Luiz Henrique Taboada explica sobre o bom momento para comprar imóvel - Foto: Divulgação
 

Financiamentos com as taxas mais baixas da história e início da popularização do crédito com garantia imobiliária são alternativas para aquecer o setor e movimentar a retomada da economia no país. O ano de 2020 começou com a promessa de crescimento do mercado imobiliário, representando o motor do avanço da economia no ano. 

Ainda no primeiro trimestre, o mundo foi impactado com uma pandemia global que trouxe consequências para a economia como um todo, mudando as perspectivas do ano. Mas, no mercado imobiliário, o cenário ainda é próspero. Por conta da crise provocada pelo coronavírus, o Banco Central baixou consideravelmente a taxa básica de juros nos últimos meses, deixando a Selic no menor patamar da história, atualmente em 2,25%. 

Com a Selic baixa e, consequentemente, reduções nas taxas de juros de financiamento imobiliário nos bancos, o momento tornou-se extremamente favorável para quem tem renda estável e capacidade de pagamento.

“Somente neste mês de julho vendemos 14 vendas lotes. Isso é reflexo das taxas mais baixas e do momento favorável. Ficamos surpresos, já que a expectativa era baixa”, concluiu Luiz Henrique Taboada.

Mais matérias desta edição