Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA18092021

.

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 18/09/2021

Matéria atualizada em 17/09/2021 às 22h15

Concessão

Com o apoio do BNDES, o Estado de Alagoas publicou nessa sexta-feira (17), edital para novas concessões de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Os 61 municípios serão divididos em duas unidades regionais: bloco B (Agreste e Sertão) e bloco C (Litoral e Zona da Mata), que contam com cerca de 1,3 milhão de habitantes, o equivalente a 39% da população o total do estado).


Bloco da discórdia

Em setembro de 2020, foi realizado o primeiro leilão no Estado para prestação de serviços do bloco A, composto por 13 cidades da região metropolitana de Maceió. A concessão desse bloco é, até o momento, motivo de disputa política e judicial entre o governo de Alagoas, a Prefeitura de Maceió e o PP de Arthur Lira.


Divisão

No Bloco A, o valor da outorga está sendo encaminhado ao governo de Alagoas. Nos blocos B e C, o processo de concessão foi definido antecipadamente com os municípios, que fizeram a livre adesão e terão direito a parte do valor que for pago pela concessionária ao Estado.


Universalização

As concessionárias vencedoras do novo leilão, previsto para 13 de dezembro, se comprometerão a universalizar o abastecimento de água em cinco anos e levar a rede de esgoto para 90% da população até o 11º ano de contrato, que está previsto para durar 35 anos.


Confiança

“Estamos confiantes em repetir o sucesso obtido em relação à região Metropolitana de Maceió, para beneficiar mais 61 municípios e 1,3 milhão de pessoas, consolidando o caso de Alagoas como referencial de viabilidade para projetos desse porte no Nordeste, que, assim como a região Norte, é prioridade para o BNDES quando falamos em saneamento”, declarou Fábio Abrahão, diretor de Concessões e Privatizações do BNDES.


Investimentos

Outro objetivo importante do projeto é a redução do nível de perdas de água, gerando mais eficiência na utilização dos recursos hídricos. Espera-se que as perdas na região caiam do patamar atual de 48% e, em 12 anos, cheguem a 25%. As concessões preveem investimentos totais de R$ 2,9 bilhões, sendo R$ 1,6 bilhão nos primeiros cinco anos.


Apresentação

Os Irmão Barros Correia - Celso, Aloísio e Ricardo Barros Correia – vão apresentar o rebanho do 20º Leilão Nelore IBC na próxima quinta-feira, 23, na Fazenda Recanto, berço da criação do nelore Barros Correia. Os animais serão apresentados presencialmente e também poderão ser conferidos através da transmissão ao vivo pelo Canal do Criador, a partir das 10h. A seleção IBC vai contar com 80 touros, 60 novilhas e 10 doadoras.


Preparativos

Os preparativos para a 38ª Expo Bacia Leiteira, que ocorrerá entre os dias 6 e 9 de outubro, em Batalha/AL, estão na reta final, e a programação deste ano segue vasta de oportunidades de negócios e em conhecimento. As palestras vão abordar o cenário local da bacia leiteira nos municípios, o Programa Agronordeste e as oportunidades e desafios da cadeia produtiva do leite, que será realizada pelo presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), Geraldo Borges.


Oportunidade

A programação comercial do evento, que contará com expositores de produtos e serviços, também será incrementada com o 1º Shopping de Animais da Expo Bacia Leiteira. “A exposição vem completa e muito atrativa, além de ser um grande momento de confraternização. É importante que o produtor garanta a sua participação, buscando um pouco de cada atividade o objetivo de enriquecer o conhecimento”, disse o presidente do Sindicato dos Produtores de Leite de Alagoas (Sindleite/AL).


ITR

Os produtores rurais têm até o próximo dia 30 de setembro para realizar a entrega da declaração do Imposto Territorial Rural (ITR) referente ao exercício 2021. Pessoa física ou jurídica proprietária, titular do domínio útil ou possuidora de qualquer título de imóvel rural, inclusive a usufrutuária, são obrigadas a apresentar a declaração.


Safra

A safra da cana 21/22 segue a pleno vapor em Alagoas. Iniciada na segunda quinzena de agosto pela usina Pindorama, o ciclo já conta com 14 das 15 unidades industriais - previstas para participar da moagem - em operação.

Mais matérias desta edição