Gazeta de Alagoas
Pesquise na Gazeta
Maceió,
Nº 0
Mercado Alagoas

Confira os destaques da economia alagoana #MA30062022

mercadoalagoas@gazetaweb.com

Por Edivaldo Junior | Edição do dia 30/06/2022

Matéria atualizada em 30/06/2022 às 00h49

Prêmio

O BNB concede, nesta quinta-feira, 30, o Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa a quatro MPEs alagoanas por suas histórias de sucesso que envolvem proatividade, empreendedorismo, resiliência e contribuição para o desenvolvimento regional, nas categorias de comércio, serviços, indústria e inovação. A solenidade de premiação acontece às 16h, no Maceió Mar Hotel.


Abrangência

O Prêmio está em sua 8ª edição e é realizado em toda a área de atuação do banco (Nordeste e parte de Minas Gerais e do Espírito Santo). Em Alagoas, a banca que selecionou as MPEs a serem premiadas foi composta por membros da Ufal, Sebrae, Fiea, Fecomércio e FCDL.


Premiadas

No Estado, receberão a premiação representantes de MPEs localizadas nos municípios de Maceió, Limoeiro do Anadia, Arapiraca e Olho D’Água das Flores que atuam nas atividades de agroindústria, bares e restaurantes, e serviços de internet, TV e telefonia.


Reconhecimento

Para o superintendente estadual do BNB, Sidinei Reis dos Santos, “a premiação é um reconhecimento a uma parcela do setor produtivo essencial à economia brasileira e, em especial, à nordestina: o segmento das MPEs, que já são 98% das empresas da região e respondem por mais da metade dos empregos no Nordeste”.


ATR 

A queda de preço de praticamente todos os produtos que fazem parte do mix da cana em Alagoas, com exceção do VHP exportado para o mercado americano, cujo saco manteve o mesmo preço de maio (R$ 201,70), refletiu no ATR de junho, que registrou uma variação de -7,2%. 


Líquido 

Conforme divulgou o Conselho dos Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Etanol dos Estados de Alagoas e Sergipe (Consecana-AL/SE), o preço líquido do ATR no período foi de R$ 1,2810. 


Queda 

Dados do CEPEA/ESALQ/USP, divulgados pelo Consecana, apontam que entre os produtos do mix da cana em Alagoas, a maior queda de preço foi do VHP comercializado com o mercado mundial, que passou de R$ 105,87 em maio para R$ 91,30 em junho. 


Cristal 

Nesse cenário, o açúcar cristal teve uma redução de menor proporção, passando de R$ 146,14 no mês passado para R$ 145,19 em junho. 


Etanol 

O metro cúbico do etanol hidratado passou de R$ 4.233 para R$ 3.999. Na mesma linha de queda de preços, o metro cúbico do anidro foi R$ 4,033 para R$ 3.854. 


Padrão 

Diante da alta dos preços dos produtos, o valor líquido da cana padrão, que corresponde a 114,09 kg de ATR/tonelada cana, em junho foi de R$ 146,1493, com acumulado de R$ 151,2605. 


CAF 

O Ministério da Agricultura publicou a Portaria nº 174 com alterações à Portaria nº 242/2021, que estabelece as condições e os procedimentos gerais para inscrição no Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF). 


DAP 

Com ato normativo, a emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) continuará sendo feita somente até o dia 31 de outubro de 2022. A data anterior estabelecida era 30 de junho de 2022. 


Novembro 

Com a mudança, a partir de novembro, só será emitido o CAF, que passará a ser a principal ferramenta do agricultor familiar para o acesso a ações, programas e políticas públicas voltadas para a geração de renda e o fortalecimento da agricultura familiar. 


Facial 

A Usina Caeté implantou o sistema de reconhecimento facial para registro de ponto de seus colaboradores. Em Alagoas, a nova tecnologia foi colocada em prática em maio passado, tanto na Matriz, em São Miguel dos Campos, quanto na Unidade Marituba, situada em Igreja Nova. 

Mais matérias desta edição